quarta-feira, 15 de março de 2017

Confusa, Ela

Mesmo sabendo que somos errados
Mesmo sabendo que somos contrários
Um do outro, e outra de mim

Mesmo sabendo que não combinamos
Que nunca nos acertamos, ainda tentamos

Porque a nossa presença se basta
E no silêncio então, tudo se explica

O mundo, o tempo, o coração
Tudo para
Somo apenas dois, pensando ser um

Sem nada a dizer, sem nada a pensar
Só sentir

É ali que eu quero ficar
Entre o silêncio de palavras desencontradas
Entre pensamentos perdidos no tempo

Deixar o coração falar

Não me importam seus estresses
Desencontros ou mau humores
Histórias passadas, ou diferença de valores

Porque tu me encantas

Sei que pouco efeito isso fará
Que sua decisão, convicção, não mudará

Mas ainda me vale a pena lembrar de nós
Do nosso silêncio, dos olhos que falam
Olhos que dizem, o que não temos coragem

Então tu podes até negar!
Vai ser mais divertido te conquistar...

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Na rua

Hoje não luto mais pela força da amizade.
Não ponho a mão no fogo e nem exijo lealdade.

Hoje sigo em frente e é vida que segue.
Por mais que me julguem,
Permito que a mágoa me cegue.

O que fiz por ti, jamais foi feito por mim.

Não peço retorno, não peço a troca.

O que foi feito, foi de coração.
Mesmo sem perceber que esta é uma via de única mão.

Quem sabe um dia ainda sentemos e conversemos
Sobre coisas do passado, e saudades de um futuro que não existe.

Me sinto bem, me sinto livre
E consciente do meu dever.

Me despeço de alma e coração

Porque os olhos ainda vão poder te ver.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Aos Heróis

Se antes escrevia por amor, hoje escrevo pela dor
Dor de perder pais queridos, pilares destruídos
Ícones de uma infância onde nada me preocupava
E todo mundo se amigava

Com homens de fibra e de valor eu cresci, com problemas e defeitos convivi
Mas enfrentados de cabeça erguida, independente qual fosse a lida
Nos ensinaram a duras penas a nunca desistir e sermos duros
Pois a vida não espera, ela castiga os mudos

Hoje seus garotos viram homens
No calor e na dor, nós vamos crescer

E amores nunca ditos, abraços nunca dados, hoje farão falta
Dividas nunca vistas, hoje serão pagas
Dores nunca sentidas, hoje arderam em carne

Mas o que vive aqui dentro nunca se apagara
Pois assim como nos amavam, nós também te amamos

Alem de pais, HERÓIS


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Borboleta

Ah borboleta se tu soubesses o quão foi difícil alcança-la, o quão difícil é não tocá-la.

Te ver voar e dançar na leve brisa espalhar tua graça e tua cor, me conquista e hipnotiza, amenizando a minha dor


Muito pouco eu convivi, mas nas tuas asas aprendi, que o tempo é relativo e que fui feliz em breve.


Mas da janela a vi partir, partindo junto um lado meu. Já não sei pra onde seguir, a não ser ao lado teu.


Mas o que fazer se voar não sei? 
Ficarei, aqui no chão, com um apertado coração


E viverei no tempo em que a tive em minhas mãos, pararei no tempo em que a vi em meu jardim.


Mesmo sabendo do apressado adeus, sei que foi feita para mim.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Ferry Boat

Na liberdade de um vento que impulsiona embarcações
Minha mente são velas levantadas
Procurando novos mares, e o timão sentido ao nada

Mas meu barco tem furos, é perdido e ferrenho
Assim como a água que invade, 
Tento esvaziar a mente, e mais pensamentos tenho

A bussola é perdida, desorientada e sem direção
Sem norte, nem sul
A cruel divisão entre razão e coração

Mas como todo barco, tenho uma razão
Atracar em recifes
E navegar pelo mundão

terça-feira, 10 de julho de 2012

Compasso

Sou muito bom no que faço

Mas se alguém quiser eu passo

Pois não gosto do que faço

Alguém entende o que eu passo?

Entendo muito do que faço

Até quando nesse passo?

Até quando nesse compasso?


Qual será meu próximo.......(Complete com sua imaginação, haha)??? 

terça-feira, 13 de março de 2012

No Vitral

Aqui encostado, vi muita coisa passar
Vi muita coisa mudar

Vi prédios mudarem suas cores
Pessoas mudarem de amores

Aqui encostado, vi voce passar
Por anos e anos, sem coragem de falar

Velhos amigos partiram
Novos amigos chegaram

Os anos passaram sem eu ver
Chegou meu amadurecer

Na vida da gente não falta saudade
Não faltam lembranças, dos tempos de criança

E aqui encostado estou
Vendo o tempo passar
Muita coisa mudar

Pensando na vida
Na minha janela
Pensando nela